61 3352-4010 61 98123-5846

Você sabe o que é úlcera gástrica?

Descubra suas causas, sintomas, forma de diagnóstico, fatores de risco e tipos de tratamentos

A úlcera gástrica é uma ferida que se forma no tecido que reveste o estômago, quando este fica vulnerável à acidez, por estar com suas defesas enfraquecidas. A principal causa está relacionada a uma infecção pela bactéria Helicobacter Pylori, que se multiplica no estômago e enfraquece a sua barreira protetora. Outros possíveis motivos estão envolvidos ao fator genético; ao uso de medicamentos que afetam a parede do estômago, tais como anti-inflamatórios ou aspirinas; ao consumo de bebidas alcoólicas; ao estresse, condição que afeta as defesas da mucosa do estômago; e à má alimentação.

Também chamada de úlcera péptica ou úlcera no estômago, a doença apresenta sintomas como dor abdominal intensa, em forma de pontada, que piora após a ingestão de bebidas e alimentos; enjoo; vômito; dor de cabeça; sensação de queimação na “boca do estômago” e sangramentos na parede do estômago, que podem causar a saída de sangue pelas fezes. É normal que estes sinais se agravem após a alimentação, o que pode fazer com que o apetite diminua e, consequentemente, resulte em perda de peso.

Para fazer o diagnóstico da úlcera gástrica, o médico clínico geral ou gastro pode solicitar uma endoscopia digestiva alta, logo após a identificação dos sintomas que se enquadram neste problema. No exame, o médico colocará uma sonda dentro da boca do paciente até o seu estômago, com uma microcâmera na ponta, para poder visualizar com clareza as paredes internas do estômago e suas lesões, e assim ser capaz de realizar biópsias do tecido. No entanto, antes de fazer o exame o médico precisa levar em conta alguns fatores de risco, como a idade do paciente, se ele faz uso de medicamentos e se há infecção pela H. Pylori.

O tratamento da doença se dá por meio de medicamentos que diminuem a acidez do estômago, evitando que o suco gástrico do estômago torne a ferida ainda maior, como antiácidos ou inibidores da acidez. Alguns exemplos de remédios responsáveis por inibir a secreção ácida do estômago são Omeprazol, Pantoprazol, Lansoprazol, Esomeprazol ou Ranitidina. O tratamento dura em média de quatro a oito semanas, podendo variar de acordo com o tamanho da úlcera e de sua localização.

Outra opção é fazer uso de analgésicos, que controlam as dores, ou calmantes, para que o paciente se sinta mais relaxado, visto que o suco gástrico é produzido em maior quantidade quando se está sob estresse. No caso de infecção pela H. Pylori, o tratamento é realizado através de um grupo de antibióticos combinados, prescritos por indicação médica. Alguns desses medicamentos podem ser Amoxicilina, Claritromicina, Imidazol, Bismuto e Tetraciclina.

Também há alternativas para tratamento caseiro, como tomar um suco puro de batata por dia, de preferência em jejum, logo após seu preparo. A batata possui propriedades antiácidas naturais sem contraindicações, o que a torna bastante eficaz em casos de gastrite e úlcera. 

A alimentação do paciente deve ser rica em frutas, legumes, verduras cozidas, grãos, laticínios light, pães e carnes magras. Entre os alimentos que devem ser evitados estão bebidas alcoólicas, refrigerantes, fast food, sanduíches, alimentos muito quentes, frituras e doces em geral. Também recomenda-se evitar alimentos e bebidas que promovem a liberação do ácido gástrico, como café, chá preto, mate, condimentos, molhos picantes e frutas ácidas, tais como caju, limão, laranja e abacaxi.

Como Chegar

Contato

Assessoria de imprensa

61 99938-7733 61 3352-4010 | 61 98123-5846

clinicagastrodiagnostico@gmail.com

Hospital Anchieta - Centro de Excelência 6º andar.
Salas 615/616/617/618
Taguatinga-DF
CEP: 72115-700

Horários

Segunda a Sexta-Feira
07:30 às 18 horas

Sábado
08 às 12 horas


Acompanhe

Acompanhe nossas mídias sociais e fique por dentro de todas as nossas dicas de saúde.